sábado, 22 de setembro de 2012

Amostra Grátis do Fim do Mundo

Se você veio ler isso com intenção de ler um post engraçado
e cheio de piadas aviso:
Isso não vai ser engraçado e cheio de piadas.
Ou pode ser né, tudo que sai da minha boca ou meus dedos vira piada depois.
Viu, até isso já paraceu piada DD:
Ontem, eu tava indo normalmente pra escola, e antes de ir pra sala,
como estudo em uma escola Católica, todos fazem uma fila e rezam antes de ir pra sala.
E as vezes tem uns avisos da diretora e tals...
Então, nós rezamos e a diretora disse:
-Gente, se começar a chover granizo ou alguma coisa do tipo, não se preucupem, porque a gente tá aqui pra cuidar de vocês.
Aí tá, subimos e fomos pra sala, fizemos o dever, fomos pro recreio.
O céu tava clarinho, clarinho...
Nuvem branquinha, o sol brilhando, o céu bem azul...
Subimos de novo pra sala, Rag até me fala:
-Bárbara, olha só, o céu tá branco, nem parece que vai chover granizo.
5 minutos depois disso, o céu começa a escurecer, e as nuvens a ficarem cinzas.
Eu estava na terceira folha da minha redação enquanto todo mundo se desesperava.
E eu tava com a maior pressa pra terminar a redação, escrevendo igual uma louca.
Então a professora manda todo mundo arrumar o material, e fazer uma fila no corredor, porque tava começando a uma chuva e um vento MUITO FORTES.
Eu já peguei meu celular e liguei pra minha mãe,
berrando no telefone, porque com os gritos do pessoal da escola, se eu falasse normal, ela nunca me ouviria.
Então descemos do segundo andar para o primeiro, que é onde ficava o pátio,
estava muito frio, ventando pra caramba, uma chuva dos infernos, parecia que ia começar a nevar.
Todos desesperados, até eu, estava nervosa, quase chorando mas eu não chorei \o
Então eu botei meu casaco, e eu tava de short, morrendo ali, tentando ligar pra minha mãe,
mas nenhuma operadora de celular estava com sinal, eu não ia conseguir falar com ela.
Então ela chegou com a mãe de Julia, me buscou e viemos pra casa.
Chegamos em casa, o meu quarto tava com o chão cheio de água.
O quarto da minha mãe tava com o chão cheio de água.
O meu banheiro tava com o chão cheio de água.
O closet da minha mãe tava com o chão cheio de água.
A escada tava cheia de água.
Estava quase todos os lugares cheios de água.
A gente começou a empurrar a água pro quintal, aí ficou tudo seco bonitinho.
Meu gato preto (o Ninja, sim, Ninja é o nome dele) tinha sumido, procuramos ele em todo lugar, minha irmã achou que tinha caído alguma telha em cima dele e ele morreu, eu achei que ele tinha fugido pra rua e morrido atropelado, mas na verdade ele estava escondido debaixo da cama da minha irmã.
No final, aquilo mais parecia uma amostra do fim do mundo, do que uma chuva forte.
Foi pior que o terremoto que só durou 5 segundos mas tudo bem que eu passei no Japão.
Foi pior que o tufão que eu passei quando tava no Japão.
Foi pior que a chuva de granizo que passei quando tava na festa de um amigo.
Foi pior que o terremoto, o tufão e o granizo, todos juntos.
Foi a amostra grátis do fim do mundo.
MAS AGORA VAMOS A PARTE DIVERTIDA DISSO \O/
PRA NÃO FICARMOS TRISTES FOREVER~~ 
No recreio eu e Julia dançamos Motteke!Sailor Fuku pra Laís e Amanda, pra ver se elas queriam dançar isso no show de talentos com a gente.
E hoje, ia ter aula às 8:00 da manhã, mas não teve õ//////
A escola tava com muita água~~~~ 
E aqui acabamos com a parte divertida do post
e com todas as outras também -QQQQQQQQQQ

Nenhum comentário: